top of page

Porque os bebês mordem?


A fase da primeira infância é repleta de descobertas e aprendizado para as crianças, mas também pode ser um período desafiador para os pais, especialmente quando se deparam com comportamentos como morder entre os pequenos. Embora seja uma situação desconfortável, é importante compreender que a mordida é uma forma de comunicação e expressão que faz parte do processo do desenvolvimento da criança e da adaptação à convivência com outras crianças.


O ato de morder o amiguinho ou demostrar alguma outra forma de agressão pode trazer vários significados de momentos ou situações aos quais as crianças estão sendo expostas e não conseguem expressar. Vamos então discutir alguns assuntos para ajudar você a entender o que pode influenciar um bebê a morder outro e assim direcionar o seu filho da melhor forma possível.


  • Exploração Sensorial:

As crianças pequenas exploram o mundo ao seu redor principalmente por meio dos sentidos, incluindo o tato. Morder é uma maneira de experimentar diferentes texturas e sensações na pele de outras crianças. Essa exploração sensorial é uma forma natural de aprender sobre o ambiente, mas também pode levar a mordidas ocasionalmente.


  • Comunicação e Expressão de Sentimentos:

Crianças em idade pré-escolar ainda estão desenvolvendo habilidades verbais para expressar emoções complexas. Quando sentem raiva, ciúme ou frustrações de forma intensa, podem vir à morder como uma forma de se expressarem. É importante lembrar que elas ainda estão aprendendo a lidar com suas emoções e a mordida pode ser uma resposta instintiva.


  • Busca de Atenção:

Crianças pequenas estão sempre ansiosas por atenção, seja dos adultos ou dos amiguinhos. Se uma criança percebe que morder atrai a atenção dos adultos, mesmo que seja por meio de repreensões, pode repetir esse comportamento para obter o envolvimento que deseja.


  • Experimentação de Limites:

As crianças estão em constante exploração dos limites do mundo ao seu redor, incluindo o entendimento das reações dos adultos. Morder é uma forma de testar os limites e entender as consequências de suas ações.


  • Falta de Habilidades de Resolução de Conflitos:

A resolução de conflitos é uma habilidade complexa que se desenvolve gradualmente. Crianças pequenas podem morder como uma resposta instintiva a um conflito ou disputa sobre um brinquedo, espaço ou atenção. Elas ainda estão aprendendo a lidar com esses conflitos e isso pode levar um tempinho.


Para lidar com os episódios de mordidas é muito importante que os pais estejam munidos de informação e que hajam de forma a resolver o problema sem criar outro. Seguem então algumas dicas do que fazer nessas situações:

  1. Comunicação Aberta com a Creche: Mantenha um canal de comunicação aberto com os professores e cuidadores da creche. Eles estão conhecendo esses comportamentos e podem compartilhar estratégias para lidar com eles de maneira eficaz.

  2. Modelagem de Comportamento: Ensine habilidades de resolução de conflitos em casa, mostrando como expressar emoções com palavras e encontrar soluções soberanas para os problemas.

  3. Atenção Positiva: Reforce positivamente o bom comportamento da criança. Dê atenção quando ela se engajar em atividades construtivas e usar elogios para fortalecer a comunicação verbal e a resolução de conflitos.

  4. Paciência e Empatia: Lembre-se de que essa fase é temporária e faz parte do processo de aprendizado da criança. Mostre empatia em relação às suas emoções e ajude-a a desenvolver maneiras mais adaptadas de lidar com elas.

  5. Redirecionamento: Se a criança começar a morder, redirecione sua atenção para outra atividade ou brinquedo. Isso ajuda a evitar situações de conflito que podem levar à mordida.

Ao reconhecer que a mordida é uma forma de expressão e comunicação, os pais podem adotar abordagens construtivas para ajudar seus filhos a crescerem emocionalmente e socialmente saudáveis ​​durante essa importante fase da primeira infância.


17 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page